terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Premiação Agrinho contempla aluna da rede pública estadual

No dia 08 de dezembro, na Escola Estadual de Ensino Fundamental Luis Gonzaga, do município de Progresso, ocorreu a Cerimônia de entrega dos prêmios do Programa Agrinho/2017.
O Agrinho é um programa voltado para crianças e professores de escolas públicas, municipais e estaduais. Os alunos são convidados a desenvolver desenhos e textos com uma temática específica, que neste ano conciliou preservação ambiental e saúde. São considerados a apresentação, criatividade e originalidade.
A Escola foi contemplada na Etapa Regional (Região dos Vales) na categoria redação 7º Ano, com a participação da aluna Rafaela Talini e da professora Daniela M. F. Sosa que receberam, respectivamente, uma bicicleta e um aparelho de som.
A cerimônia contou com a presença dos representantes do SENAR, 3ª Coordenadoria Regional de Educação/Estrela, EMATER, Secretaria Municipal da Saúde, Conselho Escolar, professores, pais e alunos.

De acordo com a assessora Pedagógica da 3ª CRE, profª Regiane H. Mallmann, as escolas do Campo foram incentivadas a participar do Programa, uma vez que o objetivo é reforçar a vinculação dos conceitos de educação ambiental à realidade local e ao cotidiano de alunos e familiares através de uma proposta metodológica de aprendizagem colaborativa, procurando fortalecer os conhecimentos através de uma postura autônoma de sujeito pesquisador.


quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Homenagem aos professores aposentados

        Pelo 3º ano consecutivo a 3ª CRE reuniu, na última quarta-feira, (06), os profissionais aposentados da rede estadual para uma homenagem pela dedicação em prol da educação. 
          O evento, que ocorreu nas dependências da Escola Estadual de Educação Básica Vidal de Negreiros, em Estrela, sede da Coordenadoria, recepcionou os servidores que se aposentaram no período que compreende as datas de 15 de outubro de 2016 até 15 de outubro de 2017.
            De acordo com a Coordenadora Regional de Educação, Profª Greicy Weschenfelder, esta é uma maneira singela de agradecimento pelos 25 ou 30 anos dedicados ao Estado, “nós precisamos homenagear estes professores e funcionários que atuaram frente à proposta da Educação de qualidade”. Eles encerram um contrato profissional, não a missão de educar, pois uma vez professor, sempre professor, conclui.

          A tarde foi de alegria e reencontros entre colegas que se emocionaram ao som do  Grupo Instrumental da Escola Vidal, principalmente quando ouviram uma das músicas, “Ao mestre com carinho”, entoada pelo aluno do 4º ano, Isaque Ruffato, regidos pela prof.ª Zuleica Rambo.


quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Matrículas 2018



Seduc abre o período de matrículas para 2018
Cronograma vai de 6 a 30 de novembro
Publicação: 31/10/2017 às 09h54min
      


POR SEDUC
A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) divulgou na segunda-feira (30/10) o calendário de matrículas para sua rede de ensino, que vai de 6 a 30 de novembro. Para os alunos com pelo menos 75% de frequência escolar, a rematrícula é automática. Para os alunos com frequência inferior a 75%, a rematrícula deverá ser efetuada pelos seus responsáveis quando menor de 18 anos, diretamente nos estabelecimentos de ensino onde estiver matriculado, mediante apresentação de documento de identificação com foto e a atualização dos dados cadastrais do aluno e comprovante de residência (conta de luz, telefone, água ou declaração de moradia).
CONFIRA AQUI A PORTARIA QUE DEFINE O CRONOGRAMA
As inscrições para ingresso nos primeiros anos devem ser feitas no site da Seduc (www.educacao.rs.gov.br), na aba serviços e informações. Cada candidato deve preencher apenas uma ficha de inscrição on-line. As vagas serão distribuídas de acordo com a disponibilidade de cada escola. Caso não exista vaga no estabelecimento de ensino que o estudante deseja, será assegurada a matrícula em outra escola pública.
Para os ingressos no primeiro ano do ensino fundamental, o candidato deverá ter seis anos completos até 31 de março de 2018 – os demais serão encaminhados para a educação infantil.  As matrículas no EJA vão de 2 de janeiro a 9 de fevereiro de 2018.
Abaixo, confira um resumo do cronograma:
DATA
ATIVIDADE
Rematrícula
De 6 a 30/11/ 17


Automática – Para alunos com frequência igual ou superior a 75% ou mais no ISE (Informatização da Secretaria da Educação)
Presencial – Para alunos com frequência inferior a 75% com chamamento da própria escola
De 6 a 30/11/17

Inscrição online para ingresso no 1º ano Ensino Fundamental, Ensino Médio, Educação Profissional Integrada ao Ensino Médio; Aproveitamento Estudos do Curso Normal; Educação Profissional Subsequente ou Concomitante
4 ou 5/12/ 17
Sorteio para ingresso (quando previsto no regimento da escola).
A CRE define uma data dentro do período proposto.
8  a    10 /12/ 17
Prova para ingresso (quando previsto no regimento da escola).
A CRE define uma data dentro do período proposto.
A partir de 29/12/17, sexta-feira
Ficará visível, no Site da Secretaria da Educação, para a população consultar a sua designação (escola).
Candidatos receberão e-mail com escola (designação) a qual ganharam a vaga e já está garantida, mediante entrega de documentos – desde que conste na inscrição o e-mail para contato 
De 2/1/18  a 9/2/18
 Comprovação da matrícula – entrega de documentos direto nas escolas para os inscritos de 16/10 a 17/11 e já designados.
De 2 a 14/1/18
Inscrições transferências do ensino fundamental (9 anos) => 2º ao 9º Ano, no Site www.educacao.rs.gov.br
De 2 a 14/1/18
Demais Transferências:
Ensino Médio, Curso Normal => 2º e 3º Ano (direto nas escolas)
EJA => Fundamental e Médio (direto nas escolas que mantenham autorização de funcionamento da Modalidade EJA)
26/1/18
Designação disponível no Site da Secretaria de Educação para consulta dos inscritos designados para transferência.
Candidatos receberão e-mail com escola (designação) a qual ganharam a vaga e já está garantida, mediante entrega de documentos.
 De 26/1/18 a  9/2/18
Comprovação da matrícula – entrega de documentos direto nas escolas para as solicitações de transferência e designações

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Secretaria de Educação orienta remanejo de alunos para escolas em funcionamento

 A Secretaria de Educação do RS (Seduc) reuniu as 30 Coordenadorias Regionais de Educação (CREs), na quinta-feira, 19, em Porto Alegre, para orientar sobre o remanejamento de alunos que estão sem aula em razão da greve para escolas que estejam funcionando normalmente. A maior preocupação da Seduc é com os alunos matriculados no nono ano do ensino Fundamental e no terceiro ano do Ensino Médio. A operacionalização desse remanejo, que será opcional, terá início na próxima segunda-feira.
Cada uma das CREs terá uma comissão especial para tratar das transferências. Caso a caso, todas serão feitas pensando sempre no melhor para o aluno – em todos os casos, pais serão ouvidos para que se chegue a melhor situação para todos.
Inicialmente, a Seduc está fazendo o mapeamento em cinco coordenadorias: Palmeira das Missões (20ª), Pelotas (5ª), Porto Alegre (1ª), Santa Maria (8ª) e São Leopoldo (2). “Estamos preocupados com a situação de todos os alunos, em especial com os dos últimos anos dos ensinos fundamental e médio. Estamos fazendo todo o esforço para que não sejam prejudicados para o ano letivo de 2018”, afirmou o secretário de Educação Ronald Krummenauer.
Boa parte dos mais de 70 mil alunos da rede pública prestes a concluir o ensino médio pretende ingressar, no início de 2018, nas mais variadas universidades e cursos técnicos. Eles correm o risco de ficar com uma preparação inadequada para o vestibular, entre outros problemas causados pelo atraso em seus certificados de conclusão.
Já uma parte dos cerca de 60 mil alunos do nono ano do Ensino Fundamental estudam em escolas onde não há Ensino Médio e, ao final do ano, precisarão trocar de estabelecimento. Porém, sem certificado de conclusão, e ainda tendo de assistir às aulas, podem perder a matrícula no novo curso.
Mesmo os salários tendo sido quitados para toda a categoria, parte dos professores permanece em greve, que já dura mais de 30 dias úteis. Em recente reunião com o Cpers/Sindicato, o secretário da Casa Civil, Fábio Branco, salientou que, para 2018, com medidas fiscais de ajuste, além das ações adotadas no segundo semestre de 2017, será possível honrar os compromissos de forma bem mais rápida. “Pode não ser a solução total, mas é o caminho para isso”, afirmou Branco.
De acordo com levantamento feito pelas CREs, cerca de 2,5% das escolas estaduais estão totalmente sem aulas e outras 26% funcionam com greve parcial. “É importante ressaltar que a adoção dessas medidas, que são emergenciais, não compromete em nada a continuidade de diálogo com o Cpers, sempre na busca de um bom entendimento, dentro de patamares razoáveis e reais”, conclui Krummenauer.

________________________________________________________________

Assessoria de Comunicação Social
Secretaria de Estado da Educação do RS
Telefones: (51) 3288-4737 / 4740 / 7641
Site: educacao.rs.gov.br
Twitter: twitter.com/seduc_rs
Facebook: facebook.com/secretariadaeducacaors


Equipes Diretivas participam de Oficina Escola Melhor:Sociedade Melhor

     A Secretaria Estadual de Educação, por meio Departamento de Articulação com os Municípios (DAM), promoveu na última sexta-feira (20) Oficina de Capacitação Escola Melhor: Sociedade Melhor.  A formação aconteceu no auditório da Escola Estadual de Educação Básica Vidal de Negreiros, no município de Estrela. 
     O evento coordenado pela profª Dinalva Barbosa Mendonça (Seduc) reuniu equipes diretivas das 89 escolas da 3ª CRE com intuito de apresentar a Legislação da Proposta do Programa orientando e visualizando, passo a passo de como a Escola pode aderir ao Programa.
      O Programa Estadual Escola Melhor: Sociedade Melhor, instituído pela Lei nº 14.734, visa co
ntribuir com a melhoria do ensino na Rede Pública Estadual.
     A coordenadora- profª Dinalva- esclareceu que o objetivo do Programa é fazer um grande mutirão de recuperação dos prédios escolares, envolvendo toda a sociedade na busca pela qualidade da educação gaúcha. Por meio deste, empresas e pessoas físicas podem firmar parcerias com as escolas de forma transparente e com o aval da comunidade. 




Texto e foto: 3ª CRE

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Região do Vale do Taquari capacita equipe do Programa Bolsa Família



    Na última sexta-feira (20), ocorreu, no Auditório do Instituto Estadual de Educação Estrela da Manhã, na cidade de Estrela, a 10ª Capacitação do Programa Bolsa Família na Educação, promovida pelo Departamento de Articulação com os Municípios- (DAM), Secretaria da Educação (Seduc) e pela 3ª CRE.

    A atividade qualificou operadores municipais dos 32 municípios pertencentes a 3ª região escolar, responsáveis pelo controle dos dados da frequência escolar, fator determinante para recebimento do benefício que, no Vale do Taquari, são 6 mil alunos inseridos no Programa.

    A assessora do Programa Bolsa Família na Educação da 3ª CRE, Marli Vargas deu as boas-vindas, agradecendo a presença de todos os participantes que foram recepcionados com a apresentação do Grupo Instrumental do município de Forquetinha, formado por alunos da rede municipal e estadual, que faz parte de um Projeto desenvolvido com o apoio da Secretaria Municipal de Educação.

    Na sequência a Coordenadora Regional de Educação, Profª Greicy Weschenfelder, destacou que é de suma importância que hajam essas parcerias entre o Estado e os Municípios, a fim de que as ações sejam mais efetivas para o sucesso do Programa Bolsa Família na Educação. Salientou que todos os esforços para que isto aconteça ocorre quando há um trabalho de equipe e, a 3ª Coordenadoria de Educação está acessível para o fortalecimento deste trabalho.

   A coordenadora estadual do Programa Bolsa Família na Educação, Carolina Miranda Messa, (Seduc), trouxe, entre outras informações, o conhecimento do IGD-M (Índice de Gestão Descentralizada), índice este, que mede a qualidade das ações do Município quanto às atividades de atualização cadastral (CRAS) e de acompanhamento das Condicionalidades de Educação e Saúde, bem como se o município aderiu ao SUAS (Sistema Único de Assistência Social) e se as gestões e Conselhos Municipais registraram, no Sistema SUASWEB, as informações relativas às prestações de contas.

   Dentre a pauta foram esclarecidas dúvidas pertinentes ao Sistema Presença, que está em fase de mudanças. “A nova plataforma será lançada em novembro para que comecemos a operar no início de 2018. Através dessa transferência direta de renda do Bolsa Família, as famílias são incentivadas a manter os filhos na escola, o que se torna uma forma de combater a evasão escolar”, concluiu a coordenadora do Programa, Carolina Messa.


Texto: 3ª CRE
Foto: Luisa Schardong (Jornal o Informativo)