segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Região do Vale do Taquari capacita equipe do Programa Bolsa Família



    Na última sexta-feira (20), ocorreu, no Auditório do Instituto Estadual de Educação Estrela da Manhã, na cidade de Estrela, a 10ª Capacitação do Programa Bolsa Família na Educação, promovida pelo Departamento de Articulação com os Municípios- (DAM), Secretaria da Educação (Seduc) e pela 3ª CRE.

    A atividade qualificou operadores municipais dos 32 municípios pertencentes a 3ª região escolar, responsáveis pelo controle dos dados da frequência escolar, fator determinante para recebimento do benefício que, no Vale do Taquari, são 6 mil alunos inseridos no Programa.

    A assessora do Programa Bolsa Família na Educação da 3ª CRE, Marli Vargas deu as boas-vindas, agradecendo a presença de todos os participantes que foram recepcionados com a apresentação do Grupo Instrumental do município de Forquetinha, formado por alunos da rede municipal e estadual, que faz parte de um Projeto desenvolvido com o apoio da Secretaria Municipal de Educação.

    Na sequência a Coordenadora Regional de Educação, Profª Greicy Weschenfelder, destacou que é de suma importância que hajam essas parcerias entre o Estado e os Municípios, a fim de que as ações sejam mais efetivas para o sucesso do Programa Bolsa Família na Educação. Salientou que todos os esforços para que isto aconteça ocorre quando há um trabalho de equipe e, a 3ª Coordenadoria de Educação está acessível para o fortalecimento deste trabalho.

   A coordenadora estadual do Programa Bolsa Família na Educação, Carolina Miranda Messa, (Seduc), trouxe, entre outras informações, o conhecimento do IGD-M (Índice de Gestão Descentralizada), índice este, que mede a qualidade das ações do Município quanto às atividades de atualização cadastral (CRAS) e de acompanhamento das Condicionalidades de Educação e Saúde, bem como se o município aderiu ao SUAS (Sistema Único de Assistência Social) e se as gestões e Conselhos Municipais registraram, no Sistema SUASWEB, as informações relativas às prestações de contas.

   Dentre a pauta foram esclarecidas dúvidas pertinentes ao Sistema Presença, que está em fase de mudanças. “A nova plataforma será lançada em novembro para que comecemos a operar no início de 2018. Através dessa transferência direta de renda do Bolsa Família, as famílias são incentivadas a manter os filhos na escola, o que se torna uma forma de combater a evasão escolar”, concluiu a coordenadora do Programa, Carolina Messa.


Texto: 3ª CRE
Foto: Luisa Schardong (Jornal o Informativo)

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Medalha de Ouro para Vôlei Feminino da Escola Guararapes

          A cidade de Marau, no Norte do Estado, sediou, neste final de semana, a final estadual de Voleibol Juvenil feminino e masculino dos JERGS/2017.


         Participaram desta fase as equipes campeãs das etapas Regionais das oito regiões que compõem a fase Estadual e, a 3ª Coordenadoria Regional de Educação, com a participação da escola Guararapes, de Arroio do Meio, sagrou-se campeã no vôlei feminino, garantindo uma vaga para a disputa com a finalista do Campeonato Estudantil do Rio Grande do Sul (CERGS), que reúne alunos das escolas particulares. O vencedor deste, passa para a etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude, que acontecerá de 16 a 25 de novembro, em Brasília, DF.




      De acordo com a assessora de Esporte Educacional da Secretaria de Estado da Educação (SEDUC), Danusa Elena Zanella “ os jogos escolares são, com certeza, um grande atrativo para manter os alunos na escola. Abrange vários aspectos como pedagógico, social, cognitivo, motor e principalmente o desenvolvimento de valores da igualdade, solidariedade e honestidade”, conclui.











sexta-feira, 22 de setembro de 2017

O compromisso por mais qualidade de vida marca o Dia da Árvore

Em comemoração ao dia da Árvore (21), Assessores da 3ª Coordenadoria Regional de Educação realizaram plantio de espécie arbórea no Parque Municipal da Lagoa, uma parceria com a Sala Verde Manoel Ribeiro Pontes Filho e Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Saneamento Básico do município de Estrela.
A iniciativa faz parte de um conjunto de ações referente ao compromisso ambiental incentivado nas escolas e também nos setores da 3ª CRE. 
O Parque da Lagoa é uma das Unidades de conservação do município, que possui plano de manejo, um documento técnico que estabelece normas para sua utilização, intervenções e manejo dos recursos naturais que visa contribuir para a conservação e recuperação da biodiversidade e da paisagem, pois está situada às margens do rio Taquari.   

           
            Foram plantadas mudas de caliandra, espécie nativa arbórea indicada como cortina vegetal na base dos taludes (inclinação do terreno), como forma de recobrimento da área e de revegetação do local.




segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Cipave debate estratégias para a cultura da paz nas escolas da 3ª região escolar

         A 3ª Coordenadoria Regional da Educação em conjunto com Ministério Público Estadual realizou, na última sexta-feira (15), seu 3º Encontro sobre Comissões Internas de Prevenção de Acidentes e Violência Escolar (Cipave). O evento realizado no auditório do prédio 7 da UNIVATES, em Lajeado, contou com público estimado em torno de duzentas (200) pessoas, entre educadores, alunos e representantes do Poder Judiciário.
             Com o tema: A Cultura da Paz pede passagem, o encontro pautava como objetivo principal a socialização das ações que estão sendo realizadas pelo programa nas escolas estaduais pertencentes a 3ª CRE, bem como incentivar a cultura da paz nas relações entre professores-alunos e alunos-professores.
           A solenidade de abertura contou com a presença das autoridades locais como: Prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo; Dr Sérgio Dienfenbach- Promotor de Justiça de Lajeado; Profº Dr Carlos Cyrne- Vice-reitor do Centro Universitário UNIVATES; Edson Brum -Deputado Estadual- representando os Vales do Taquari e Rio Pardo; Luciane Manfro – gerente do Projeto Cipave e a Srª Maria Helena Sartori, primeira-dama do Estado e Deputada Estadual, autora da Lei Estadual que instituiu a Cipave, em 2012.
           A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes e Violência Escolar, implantada em 2015, conta, atualmente com 2500 educandários participantes no Estado e, a 3 ª CRE é  pioneira, com 100% de adesão das escolas estaduais.
          A programação contou ainda com os palestrantes: Dr João Batista Costa Saraiva, Juiz de Direito e consultor UNICEF na América Latina, Caribe e África, que abordou o tema: “A criança e o adolescente como sujeito de Direito”; Dr Leoberto Brancher, Juiz de Direito, atuando em Caxias do Sul, que palestrou sobre Justiça Restaurativa.
           Conforme a Coordenadora Profª Greicy Weschenfelder o Programa Cipave tem contribuído para a diminuição do bullying e dos casos de danos ao patrimônio público. “ Com este evento percebemos a consolidação do programa em nossa região, iremos perseguir a humanização e a cultura da paz em nossas escolas” conclui.

             Durante o dia, banners e projetos ficaram expostos no saguão do auditório, mostrando as boas práticas realizadas pelas escolas. Outro momento pertinente do evento foram os relatos dos alunos e professores que trabalharam a proposta dos Círculos da Paz, que muito tem contribuído para melhorar o convívio no ambiente escolar.









segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Professoras das salas de recursos da 3ª CRE realizam Curso de Formação Continuada de Língua Brasileira de Sinais-LIBRAS.



       Encerrou, na última 3ª feira(29), na Escola Estadual de Educação Básica Vidal de Negreiros, em Estrela-RS o “Curso de Formação Continuada de Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS”–, realizado para as professoras das salas de recursos que atuam nas escolas públicas estaduais de abrangência da 3ªCRE.
          A duração do curso foi de 180 horas, distribuídas nos meses de março a agosto de 2017 e ministrado pelas profissionais Tânia Micheline Miorando e Karoline Kist, ambas com vasta formação e atuação na área da educação, principalmente na educação de Surdos.
  Um dos propósitos do curso é a formação das professoras do Atendimento Educacional Especializado para auxiliarem no acesso dos estudantes com surdez no contexto educacional, como mediadoras da comunicação entre esses estudantes e toda a comunidade escolar, favorecendo a construção de uma concepção de educação pautada no bilinguismo,
  “A Política de Educação Especial do Estado do Rio Grande do Sul vem fundamentando suas ações no paradigma da Educação Inclusiva corroborando com a Política Nacional de Educação Especial, que considera a inclusão como uma ação política, cultural, social e pedagógica em defesa do direito de todas as pessoas a uma educação de qualidade. (...) o “Curso de Formação Continuada de Língua Brasileira de Sinais-LIBRAS” evidencia o compromisso da Secretaria de Educação do Estado do Rio Grande do Sul (SEDUC-RS) com a garantia de ampliação da discussão sobre a inclusão escolar. ”



3ª CRE encerra o Curso de Gestão Democrática



    
       A Escola de Educação Básica Vidal de Negreiros, de Estrela, cedeu seu Auditório para aula de encerramento, etapa final do curso de formação continuada em Gestão Democrática nas escolas estaduais, na última sexta-feira (25).
       Desenvolvido pela Faculdade de Educação (Faced), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em parceria com a Secretaria da Educação de Estado do Rio Grande do Sul (SEDUC), a capacitação teve duração de quatro meses, com aulas presenciais e on-line, através da plataforma Moodle, envolvendo em torno de 2,3 mil educadores da rede pública estadual.
       O evento, na 3ª região escolar, contou com a presença de setenta (70) Diretores de Escolas, que nesta última aula apresentaram seu trabalho de ação prática de gestão participativa na escola de origem, que tinha como tema: “Gestão Democrática: da avaliação ao planejamento participativo nas Escolas Estaduais do Rio Grande do Sul”.
       Para a Coordenadora Profª Greicy Weschenfelder, esta formação foi extremamente produtiva “ repensar, reavaliar e acelerar estratégias de melhoria na educação, começa com a qualificação dos gestores”. Para ela, a expectativa é de que o curso gere mudanças positivas nos ambientes escolares, conclui.